21 de mar de 2019

PONTOS A PONDERAR


OS INIMIGOS DA OPERAÇÃO LAVA-JATO, OU: 
55 ANOS DESDE A ''REDENTORA''

Olha só o que é essa Operação Lava-Jato! Lula e Temer, presos. Zé Dirceu livre, leve e solto por honra e glória do seu velho subalterno e agradecido Dias Toffoli.

Mas, olha só o que é essa Lava-Jato! Um arrasa-quarteirão de corruptos de todos os escalões, inclusive os de colarinho branco e casaca. 

E quem diria que dentro do Supremo Tribunal Federal é que se encontram os seus maiores obstáculos, os seus maiores opositores, os seus maiores e mais públicos e notórios inimigos. Quem diria?!? 

Pois é lá o templo supremo dos mais ferozes e poderosos inimigos da Lava-Jato e da caça aos corruptos de alta pompa e circunstância.


O Brasil é um país enfiado no Cone Sul do mundo, cativo e aprisionado por uma mísera cláusula constitucional que remete as aspirações de mais de 210 milhões de brasileiros para uma célula chamada Senado Federal. 

Resultado de imagem para 1º de Abril -A Constituição-Cidadã de 88 é uma perigosa mãe de divinas tetas que, nas mãos ligeiras de que se apegam astutamente à letra fria da lei, fazendo prevalecer o procrastinador Direito Formal sobre o cada vez mais abstrato Direito Moral.

É ali, naquele aparelho do poder dominante, que morre na força monocrática de um presidente de ocasião como esse Davi Alcolumbre, a esperança de acabar com a desigualdade diante da lei. 

Não bastasse tal ferrolho justicialista nas costas encapadas de 11 donos da verdade, eis que a poucos passos dali, desponta o Senado, a Câmara dos Lordes do Poder Legislativo. E pior do que isso, é ali nas suas entranhas, que se acha o gabinete impenetrável da Presidência do Senado, onde um homem sozinho vale por 210 milhões de pessoas e decide impávido e colosso se deve ou não pautar as dezenas de pedidos de impeachment dos meritíssimos servos do Cartel dos Leguleios.

Isso não é democracia. Isso é mais do que qualquer regime de governo, um sistema de poder absoluto; onde o chefe de ocasião pode tudo. 

Então olha só o que é essa Lava-Jato. O que ela fez. E o que estão fazendo com ela.

Foi por essas e outras que naquele 31 de março de 1964 se deu a Redentora. E eis que estamos a exatos 11 dias de 31 de março de 2019, data do 55º aniversário de uma revolução que hoje, pelos desmandos e pelas desigualdades sociais, tem tudo para se repetir... Mas isso é ''hoje''. Amanhã, logo depois já seria apenas mais um 1º de Abril.

Nenhum comentário:

Postar um comentário