22 de jun de 2019

PONTOS A PONDERAR

01.
DANÇA DAS CADEIRAS

O aborrível Onyx Lorenzoni está a um passo do salão onde se realiza a dança das cadeiras no Planalto. E o líder do Governo no Senado, Fernando Bezerra Coelho - que não é um bicho nem o outro de estimação de Bolsonaro - já se levanta nas patinhas de trás para tornar-se o novo síndico da Casa Civil. Deve dar com os burros n'água: Bolsonaro não quer a Lava-Jato na soleira do seu Palácio.

02.
ANITA, MEU CORAÇÃO PALPITA

Anita, meu coração por ti palpita: acho pouco provável que, na terça-feira que vem, a Segundona do STF, com base nos diálogos de Moro e Dallagnol, anule as condenações da Lava-Jato. 

Bolas, nada mais corriqueiro nos gabinetes e até nos corredores do Supremo do que os nobres magistrados, promotores e advogados se comunicarem durante a condução de um processo, de quaisquer processos. 

Estariam nessa aguardada sessão de terça-feira advogando contra causa própria. Usando a lei para com os contraditos e os rigores da lei contra si mesmos.


PONTOS A PONDERAR

01.
MINISTRO DA PRESIDÊNCIA
Foi nomeado neste sábado o novo secretário-geral da Presidência, João Oliveira Francisco, major da PM. Capitão presta continência para major; major presta continência para general. E assim caminha a humanidade...

02.
ENTREMENTES...
Floriano Peixoto Neto é o novo presidente dos Correios. Mais uma tentativa de salvar a empresa das cinzas a que, depois de transformada em aparelho, ela foi reduzida pelos anos de PT no poder. 

03.
INDA QUE MAL PERGUNTE...
Quando vai ser feita a reforma dos salários e ''avanços'' de deputados, senadores, ministros e similares dependurados nos cabides da máquina pública?!?

04.
INTERCEPTAÇÃO À VISTA
Raquel Dodge, em nome da Procuradoria Geral da República, bateu de frente contra a soltura de Lula, o mais pernicioso presidiário desse país. Mandou às favas a lengalenga da anulação do Caso do Tríplex que não é de ni nguém, é só do Guarujá. Dodge vai ser interceptada logo, logo pela coalizão Folha-Intercept.

05.

SEGUNDONA DO STF SOB OS OLHOS DO INTERCEPT

Terça-feira a Segundona, perigosa milícia do STF, julga a ombridade de Moro e a liberdade de Lula. Trabalhará sob pressão popular. Nada que se compare ao poder de convencimento do novel e ardiloso conglomerado Folha-Intercept.

06.
A SIGLA
Pode ser que me engane e tenha que dobrar a língua, mas não demora nada a coalizão Folha-Intercept ganhará o auxílio luxuoso do pandeiro sindical da OAB.

07.
GAROTINHO DE TORNOZELEIRA

Enquanto a farândola Folha-Intercept se dedica a combater o combate à corrupção, a Justiça agiu e determinou que a partir de agora o guri medonho, Anthony Garotinho vai ter que usar tornozeleira. 

Vai ser por pouco tempo: não demora nada baixa a um hospital alegando que suas canelas estão maculadas e com sério risco de gangrena pelo roçar incômodo do aço com sua pele alva e imaculada. 

Nessas artimanhas, às voltas com laudos médicos, Garotinho é quase tão convincente quanto Paulo Maluf e empata fácil, fácil com João de Abadiana que um dia já foi de Deus.

08.
PRESIDÊNCIA EM CUBA
Após 43 anos de ditadura Cuba terá presidente a partir de outubro. Não, você não entendeu mal: Cuba ''terá'' presidente. "Elegerá" é outro papo. Fica tudo com dantes no quartel dos comandantes.

09.
FOLHA SECA TEM A VIDA BREVE

Segundo o IVC - Instituto de Verificação de Circulação, desde 2017, a tiragem diária do jornal Folha de São Paulo está abaixo de 140 mil exemplares declarados. A população brasileira é de mais de 210 milhões de pessoas. 

Então, preste atenção. Não se distraia: por que já não escreve nem fala para ninguém, além dos tradicionais ''aliados'', o Grupo Folha está invadindo a comunicação digital. 

É tão incompetente que foi obrigado a juntar-se com o site-escândalo Intercept Brasil. Mais que isso, é voraz. Desde que parou de receber os bilionários patrocínios com que os governos anteriores o contemplavam, entrou em desespero e perdeu a noção e o rumo tanto na ciência de viver quanto na arte da convivência. 

É só uma Folha de outono que sobrou para mais este inverno brasileiro. Seca e sem pegar de leve vai ter a vida breve. 

10.
A VIÚVA FLORDELIS
Tá mataram o pastor-marido da deputada Flordelis. O filho dela, enteado do pastor matado, já confessou. Mas, a Polícia acha que Flordelis não é flor que se cheire.

PONTOS A PONDERAR



PARCERIA FOLHA-INTERCEPT
O site The Intercept Brasil fechou parceria com o jornal Folha de São Paulo para divulgar os arquivos do que ambos chamam de escândalo da Lava-Jato. Glenn Greenwald diz que a coalizão é para dar maior agilidade às publicações.
Um dos porta-vozes dos vazamentos a partir de agora será Reinaldo Azevedo âncora do programa “O É da Coisa”, na rádio BandNews FM.
O bom dessa revelação é que agora você fica sabendo com quem está falando. Todo cuidado é pouco diante de qualquer coisa que venha desse conchavo entre o combalido e desacreditado jornal e o criminoso site Intercept.
Para que você não fique comendo mosca por aí, previna-se com tudo que vier a público dessas fontes de vazamento do Grupo Folha:

21 de jun de 2019

PONTOS A PONDERAR

01.
PASSOU DA HORA

Quando se trata de lidar com corruptos, o governo Bolsonaro ainda não aprendeu a dar o troco. Já está passando da hora de dar nos dedos deles. É o único jeito de devolverem os anéis.

02.
LAMENTÁVEL

Que a Gleisi Perereca Relegada forme par com a Dilmandioca Sapiens e ambas se escamem para a Rússia para um encontro às pressas com o que ainda resta de comunista, marxista, leninista por lá, pode até admitir-se. 

Que as duas voltem dois dias antes do vazamento escandaloso do site-terrorista Intercept, entende-se muito bem. O que se tem a lamentar profundamente é que esse par de vasos tenha voltado para o Brasil. 

03.
INDA QUE MAL PERGUNTE...
Por que aqueles que invadem domínios particulares e desmantelam a privacidade para assassinar reputações continuam em liberdade?!?

04.
DIGA, POR FAVOR...
O que é mesmo que anda fazendo na rua essa tal de Gleisi?!?

05.
QUE BOSTA DE JUSTIÇA!

Essa Intercept vai continuar roubando, falsificando e assassinando reputações?!? Que bosta de Justiça é essa?!? Bolas, para o cidadão comum que paga imposto e não bufa, o guarda da esquina é uma baita autoridade; para canalhas como esses escroques chefiados pelo Glenn Greenwald, mulher ou marido de Davi Miranda, herdeiro ou sucessora de Jean Wyllys, nem o STF tem cacife para fazer justiça, nada mais nem menos do que justiça.

06.
POR RAQUEL DOGE, LULA MOFA NA CADEIA

Se depender de Raquel Dodge, Luladravaz vai mofar na cadeia.Dodge contestou veementemente mais uma das mil e uma tentativas de Lula anular no Supremo a condenação pelo triplex, desta feita com base nas mensagens roubadas de Deltan Dallagnol e Sergio Moro.

Dodge meteu o pé no fundo: “O material publicado pelo site The Intercept Brasil, a que se refere a petição feita pela defesa do paciente, ainda não foi apresentado às autoridades públicas para que sua integridade seja aferida. Diante disso, a sua autenticidade não foi analisada e muito menos confirmada”

Dodge disse, escreveu e desenhou isso no parecer entregue ao STF, que julga o tal de  habeas porcus no dia 25.

Dia 25 é terça-feira que vem, dia de ação de graças para a Milícia-2 do Supremo Tribunal Foderal, hoje constituída pelos ínclitos e fervorosos luminares: Levianowski, Gilmuar, Celso Decano Curto, Edison Frachin e Cármen Lúcida.

Dê o que der na telha dessa turma de togados bem orientados, o que mais me deixa atucanado - Epa! - é o fato de que o pessoal do TRF-4, em Porto Alegre, ainda não deu o ar da graça para enfiar mais 12 ou 15 anos na cola desse corrupto contumaz e lavador de dinheiro incorrigível que atende pelo codinome de Lula, um meliante obcecado e perseverante pra lá de conhecido no mundo do crime.  

PONTOS A PONDERAR

01.
MASSACRE A CONTA-GOTAS

É de estarrecer: Leandro Demori e sua pandilha do Intercept Brasil continuam livres, leves e soltos. E o massacre a conta-gotas continua. 

O site-extorsionista continua vazando diálogos da Lava-Jato. É o crime de assassinato de reputações em andamento. 

A cada dia os sicários de Glenn Greenwald abrem um travesseiro de penas e as espalham pelo ar. Quem quiser e puder que as recolha.

SCRIPTUM POSTAGEM - Quem patrocina o Intercept Brasil?!?

02.
O IMORAL E O MORALISTA
Nessas 'audiências' que rolam pelo Congresso Nacional há sempre dois tipos de parlamentares envolvidos: o imoral e o moralista. Os dois são iguais em causas e d/efeitos. A diferença é que o moralista não tem graça e não nos diverte.

03.
CONLUIO
Sempre que você flagrar dois políticos do mesmo partido conversando interessadamente... Denuncie!

04.
DESVIRTUOSOS
Honestidade é aquela virtude que a gente acredita que os políticos não têm e que, por acaso, eles não têm mesmo.

05.
O NOVO CÓDIGO
Não demora nada - e que ninguém duvide - a Comissão Mista de Constituição e Justiça desse Congresso Nacional vai debater em sessão sigilosa a criação de um Código de Falta de Ética.

06.
HONESTIDADE PARTIDÁRIA
Nesse Brasil que nos restou depois dos anos de PT no poder, honestidade dentro de um partido político não é uma coisa natural. Ali todo sujeito honesto é visto com maus olhos. E podem ver, o honesto coitado é uma ave rara logo identificada: tem jeito de quem foi depenado. 

06.
O EMPECILHO
Na politicalha que tomou conta desse país, o honesto é um amador que chega para atrapalhar os profissionais.

07.
DEFORMADORES DE OPINIÃO
De repente, nesse país, os institutos de pesquisa e a imprensa que sempre foram situacionistas, agora são oposição desde criancinha. Oposição convicta e impertinente. E a única coisa que admitem: aquilo que eles publicam é que é a opinião pública.

08.
LULOLEALDADE
Lealdade no lulopetismo é o garrancho de ''cumpanherismo''. 

09.
OS CÍNICOS
Na nossa política, dentre as maiores e piores dissimulações humanas, o cinismo é aquilo que mais se parece com a verdade. 

10.
DAS DUAS, AS DUAS
Bolsonaro disse ontem a uma multidão evangelical que, pelas ruas de Sampa louvava Jesus que morreu na cruz para nos salvar que pode vir a ser candidato em 2022. Das duas, as duas: 01) Ele está gostando do que não está conseguindo fazer; 02) os crentes acreditaram.

11.
O DISFARCE DOS REFUGIADOS
Quando a ideologia socialista foi expurgada da União Soviética, disfarçou-se de comunismo e refugiou-se no Brasil.

12.
O MAL DO CARA
O mal de Lula é que ele se deslumbrou com o que abocanhou e se desencantou com o que não conseguiu engolir.

13.
MORTICÍNIO DE ADVOGADOS
Nesta quinta-feira, mataram mais um advogado, em um posto de gasolina, na Zona Sul de São Paulo. Todo santo dia morre um advogado assassinado no Brasil. Não é que sejam crimes específicos contra advogados. É que, com a proliferação de cursos de Direito e desde que o Brasil passou a ser o País da Corrupção ficou difícil matar alguém nesse país que não seja advogado.

14.
NOSSA DEMOCRACIA 
A democracia brasileira tem quatro Poderes solidamente estabelecidos: Executivo, Legislativo, Judiciário e Corrupção.

15.
O REINO
No reino do Supremo o rei nunca está nu... Usa toga.

16.
A VIDA COMO ELA É...
Ei, homens e mulheres desse país! Prestem atenção em vocês mesmos: quando param de rir, vocês parecem sérios.

17.
JORNALISMO
No jornalismo convencional, o editorial é o ponto de vista do editorialista sob a liberdade de patrão. No jornalismo virtual, cada postagem é um editorial com plena liberdade de expressão.

18. 
A FONTE
O site-marginal Intercept Brasil diz que a força-tarefa da Lava-Jato acatou sugestão de Moro sobre a procuradora... E a imprensa amestrada e ainda despatrocinada finge que o site é fonte fidedigna e espalha. 

20 de jun de 2019

01.
O SUPREMO E A PRÓXIMA 'REPORTAGEM'' DO INTERCEPT

A esgotosfera, unha e carne com a bandidagem, alerta: o Supremo pode ser a próxima ''reportagem'' do Intercept. 

Tomara que seja. Porque aí, a Milícia-2 manda prender e arrebentar o Greenwald, cônjuge de Davi Miranda, herdador ou herdeira de Jean Wyllys - A Implacável Gata Escarradeira. 

Como sempre diz o Garanhão de Pelotas: "Notícia é a versão que está nas entrelinhas". Em assim sendo,  Isso tem cara e jeito de cobra-mandada: pode ser apenas um aviso para os 11 luminares que pairam acima dos três poderes constituídos e demais governos invisíveis da República. 

E o aviso vem a calhar, posto que há vozes murmurantes de que há sinais de que será retirado de pauta o julgamento de mais um habeas porcus de Lula que está marcado para a próxima terça-feira.

02.
OVERDOSE 

Discursando para moradores que o receberam em Eldorado, no interior paulista, Bolsonaro agradeceu os votos que recebeu na eleição que o elegeu presidente e levantou a possibilidade de disputar novamente as urnas.

Entusiasmado, Bolsonaro exagerou um pouquinho ao microfone: “Meu muito obrigado a quem votou e quem não votou em mim. Lá na frente, todos votarão, tenho certeza”. 

E foi adiante: “Eldorado é uma prova viva de que todos nós podemos chegar no local que queremos e lutamos por ele. Eu quero mudar o Brasil juntamente com vocês”.

Ei, amigo presidente, pode tirar o cavalinho da chuva: "todos votarão'' uma pinoia! Se algum lulopetista votar em vosmecê, eu tô fora. Então, ''todos'' é um descomedimento de oratória. Uma overdose de retórica.
03.
MARCHA PARA JESUS
Bolsonaro participou da ''Marcha para Jesus'' em São Paulo. E foi lá que ele disse que ''os evangélicos foram decisivos para mudar o Brasil''. Na mesma ''Marcha'' Bruno Covas, o prefeito da pauliceia, exaltou ''a liberdade religiosa''. 
Pô, será que esses dois querem acabar com Gleisi, a Noviça Rebelde que acabou de anunciar a fundação da evangelical Igreja do PT?!?




PONTOS A PONDERAR

01.
PLAUSIBILIDADE

Se, para libertar o larápio Lula, o Clube de Advogados Graciosos pegou Sérgio Moro como a mosca do alvo, plausível seria pensar que nesse vazamento de conversas há o dedo dos nobres causídicos bolinando Greenwald, marido ou esposa de Davi Miranda, oportuno herdeiro de Jean Wyllys - O Cuspidor Exilado?!? 

02.
JORNALISMO INVESTIGATIVO?!?

Em agosto de 2016, Glenn Greenwald lançou a versão brasileira, The Intercept Brasil, editada em português - nem sempre escorreito - voltada para o noticiário político brasileiro e produzida por uma equipe de jornalistas brasileiros. 

O editor-chefe dessa fazendola de assassinatos de reputações é Leandro Demori - que exalta a sua própria reputação com o cargo de conselheiro da Abraji - Associação Brasileira de Jornalistas Investigativos... 

Tá, então eu quero apenas que um ou todos, dentre esses profissionais especializados em si mesmos, me mostrem um jornalismo que não seja investigativo. 

O que é um jornalista que, por força da vocação e da profissão, coloque no lide, no primeiro parágrafo de suas notícias ou de suas publicações as respostas para as perguntas: o que? quem? quando? Como? Onde? Por que?!? 

Bolas! Jornalista é o cara que tem vocação para viver em estado de curiosidade. ''Investigativo'' é o investigador; o inspetor de Polícia. 

Jornalista é jornalista sempre que não permita que as necessidades do patrão, ou os desejos do patrocinador sejam mais importantes na notícia do que a verdade e as necessidades do público que ele alcança.

Jornalismo investigativo é a planfa que os lamblanfa.

03.
ABRAJI, O STF DO JORNALISMO

A ABRAJI - Associação Brasileira de Jornalistas Investigativos - está para os jornalistas brasileiros, assim como o STF está para os juízes das instâncias inferiores nesse país: 

os repórteres do cotidiano não sabem apurar direito os fatos que editam em seus veículos de comunicação, assim como os juízes de tribunais de primeira, segunda e terceira instâncias não sabem julgar como devem os casos que chegam aos seus tribunais.

PONTOS A PONDERAR

01.
OS INQUISIDORES

Quem submete alguém, quem quer que seja, a uma torturante sessão de perguntas e respostas, sem se preocupar em saber se a fonte de acusações é verdadeira e digna de confiança, é porque já conhecia de antemão a origem da inquisição. 

Os inquisidores do Senado perguntaram a Moro por perguntar: eles mesmos se respondiam. E se incriminavam.

02.
A AMEAÇA DO AMEAÇADOR

Humberto Costa, O Ambulante das Ambulâncias, rouquejou esbofante que Sergio Moro não pode desqualificar Glenn Greenwald, porque “vem muita coisa por aí”. Epa! Como assim ''vem muita coisa por aí"?!? O que é que ele sabe que ninguém mais sabe?!?

Verdade é que, depois que esse ameaçador escapou do Caso dos Sanguessugas, se acha o rei da cocada preta. Merecia dar explicação na primeira Delegacia de Polícia, da esquina mais próxima. 

RODAPÉ NOS FUNDILHOS - O diabo é que Brasília não tem esquinas.

03.
NÃO É NENHUMA FREIRA

No uso de seu espaço no eventualmente opinativo jornal Folha de S. Paulo, Mônica Bergamo, sugere em tom de informação que o Supremo pode adiar o julgamento do habeas porcus apresentado pelo presidiário Lula, marcado para o próximo dia 25. 

Mônica Bergamo catapulta em sua coluna que “a pressão é grande no sentido de postergar a análise do caso. Mas a decisão só deve ser tomada no dia, e por todos os cinco ministros da 2ª turma”.

Ah, peralá! Mônica Bergamo não está dando nenhum furo jornalístico. Nem tampouco especulando coisa alguma. Ela está apenas tentando pressionar a milícia do STF a não se deixar pressionar pelo clamor popular.  Como de hábito, La Bergamo não é nenhuma freira.

04.
QUE COISAS
São quatro as principais coisas que mais desestabilizam e emperram o governo Bolsonaro. Essas quatro coisas são cinco: os três filhos maiores de Bolsonaro; Olavo de Carvalho e o D'Artagcoisa da turma que atende pelo codinome de Lorenzoni.

05.
TRAMBOLHO
Dos assuntos que desestabilizam e emperram o governo Bolsonaro, o maior trambolho é a reforma previdenciária. Ela sufoca todas as demais reformas e embrulhou de vez o pacote anticrime de Moro.

06.
O BAILE
Os lacaios do plano de venezuelização do Brasil disseram que nesta quarta-feira, Sérgio Moro tocou o ''samba de uma nota só'' lá no Senado. Não reconhecem que Moro tirou seus audazes oponentes para dançar o tempo todo. E olha que eles bailaram o tempo todo...

PONTOS A PONDERAR

01.
EFEITO MORO

O show de bola, simples e acachapante de Moro na Bancada da Chupeta que se escatafedeu* da sala de ''audiência'' antes mesmo que o jogo acabasse, me deixa a convicção que a milícia infiltrada no STF vai pensar duas vezes antes de pôr em prática o golpe do julgamento sobre a ''suspeição de Sergio Moro nos processos da Lava-Jato'', marcado para a terça-feira.

(*) - Escatafedeu... Hoje usam ''escafedeu'', mas eu fico com a pureza do estilo de impropérios que minha mãe usava: Escatafedeu. E mais não dizia, posto que se compreendia.

02.
FORÇA DO HÁBITO

Eis que, senão quando, de repente e não mais que de repente, a Bancada da Chupeta tomou chá de sumiço no encontro - confronto - com Moro nesta quarta-feira no Senado. 

Nada demais. Apenas força do hábito: essa pandilha é a mesma que bate o ponto, mostra-se em ação por um momento e se manda no meio do expediente. Quem já está a costumado não estranha.

03.
PEGARAM O RUMO
Se houve algo a lamentar nessa fuga da Bancada da Chupeta, foi só o fato de que, de repente, eu fiquei privado de ver o ar de fracasso na cara de cada um deles. Ecatafederam-se rumo a lugar nenhum que é o seu melhor lugar.

04.
CÂMERAS DE SEGURANÇA
O bom dessa visita de Moro ao Senado é que as TVs mostraram com suas câmeras de segurança as carantonhas de um por um dos que estão do lado bandido na batalha contra a corrupção. Sérgio Moro, já se sabe, luta o bom combate.

05.
INDA QUE MAL PERGUNTE...
Quem defende bandido é o quê?!?

06.
EITA BRASIL BEM BOM
Como e por que esse Glenn Greenwald, terrorista virtual desvirtuado ainda não foi interceptado e preso?!?

07.
OS CRÉDULOS
É comovente ver a simplória facilidade com que a Bancada da Chupeta acredita num site-extorsionista como o tal The Intercept Brasil... Parece até que Glenn Greenwald nem é marido ou esposa de Davi Miranda, herdeiro universal de Jean Wyllys, O Cuspidor Implacável. 

08.
QUEM MANDOU?!?
Quem mandou o Intercept matar a Lava-Jato e calar o Sérgio Moro?!?

09.
O DESENCANTO
Ah que meigo: a Bancada da Chupeta não conseguiu esconder o desencanto pela quebra do plano lulomaquiavélico de venezuelar o Brasil. 

10.
INDA QUE MAL PERGUNTE...
Quem defende que um presidiário corrupto, especialista em lavagem de dinheiro deve governar o Brasil merece o quê?!? 

11.
O COMBATENTE

Gilmuar - O Suprassumo, sempre que pode mete os dentes que cabem naquela bocarra na Lava-Jato e em quaisquer de seus agentes. Se for o Sérgio Moro, então, a dentada é mais feroz. Da mesma forma, o Grupo Folha, atiça sempre que pode, os instintos caninos daquele que late e sempre que pode morde.

A propósito do vazamento das conversas de Moro com Dallagnol, o bramidor fez de conta que nunca ladrou com o ínclito Michel Temer, no escurinho do Jaburu; nunca trocou rosnados de solidariedade e simpatia com o mato-grosseiro governador Silval Barbosa, peemedebista como Temer; jamais permutou ladridos com o Lula, nem ganidos de simpatia com a Dilmandioca Sapiens...

E nesse já costumeiro faz-de-conta, bramiu com toda a dignidade para o pessoal do grupo enfolharado com toda a dignidade que lhe cabe no o corpo e a alma, como se não falasse de Sérgio Moro: 

"Aquele que combate a corrupção não pode cometer crimes, os fins não justificam os meios".

Pô, é isso mesmo! E ninguém melhor do que ele, o conhecido e destemido Gilmuar das Candongas, para pregar moral de cuecas: é que ele próprio não combate a corrupção. Ele combate quem combate a corrupção.

19 de jun de 2019

PONTOS A PONDERAR

E A LEGÍTIMA DEFESA?!?
O Senado derrubou o decreto que flexibiliza posse e porte de armas. Por 47 a 28 votos, os senadores suspenderam o decreto de Bolsonaro que facilitava o porte de armas. O projeto vai agora para a Câmara. Aqui pela cidade, sei lá; mas lá pelos campos e propriedades rurais invadidas, como fica o instituto da legítima defesa?!?

O CAMINHO
E então, como Lula não conseguiu apagar todas as pistas, seu Clube de Advogados Graciosos anda à cata agora de nulidades processuais. The Intercept do meliante internacional Glenn Greenwald foi o caminho mais curto entre a cadeia e pleno sol da liberdade para Lula - o presidente mais corrupto da História do Brasil.

O BRASIL CONFUSO
Aqui, nesse Brasil que sobrou dos anos do PT no poder, a confusão do público com o privado está generalizada. Tanto o poder público rouba o que pode da população, como as elites econômicas e financeiras que vivem em constante promiscuidade com o poder público roubam o que podem do dinheiro de todos.

ENTREMENTES...
Sérgio Moro não deixa uma provocação fantasiada de preocupação social, moral e de justiça nada mais do que justiça, sem a devida resposta. Não perde a linha diante de nenhuma viúva de Lula da Silva.



O FUTEBOL TEM DISSO

COPA AMÉRICA
Fonte Nova - Bahia

BRASILITITE 0 X 0 MADUROZUELA

Ainda que disneymarizado o escrete tido como nacional teve minha quase torcida por ele diante de uma seleção quase representativa da parte venezuelana emissária de Nicolás, O Tirano.

Resultado de imagem para Neres, jogador do Brasil x Venezuela
Isto posto, já transcorrera o primeiro minuto de jogo e Neymar não sofrera nem fazia nenhuma falta. A partir daí, no entanto, percebia-se que sem ele, tudo acabaria num enervante zero a zero.

Dez minutos de porfia e nada de emoção ou de firulas. Até então, nenhuma conga, nenhum petequeio, nenhum drible da Dilma. 


Chega-se aos 20 minutos de um futebol sem sobressaltos nem saltos altos. Neres de Pitibiribas perdeu boa chance. Ele tem os faróis baixos. Isso lhe tira um pouco a visão de gol.

35 minutos decorridos... É muito melhor assistir à Seleção feminina com Marta, do que ver a masculina disneymarizada. O jogo era torturante: um Band-Aid nos calcanhares.

Resultado de imagem para Brasil 0x0 venezuelaUm pouco mais e chegava-se ao intervalo. E aí morava o perigo. 

O risco era de os madurozuelanos reencontrarem-se com o papel higiêncio que por aqui abunda e lá pela Madurozuela está em falta.

Pouco depois, como previsto, eles voltaram para o segundo tempo eufóricos de tão confortáveis.

Da parte que nos tocava nesse futebol abaianado de tão manemolente, via-se olhando bem que o esquisito ataque - Richarlison, Firmino e Neres - havia sofrido alteração: saiu o magrelo espevitado Richarlison e entrou, como grande salvador, o menino Jesus.

Não é que ele jogue lá essas coisas, mas é que ele tem telefone. Lá pelos 15 minutos... Milagre! O menino Jesus faz um a zero. Pero no mucho... Houve controvérsias. O VAR então entrou em campo. 

Resultado de imagem para Gabriel Jesus ao telefone
Pô, o VAR é o STF do futebol: é a logomarca do descrédito total nos juízes. E então deu-se o que sempre se espera de quem tenha poder supremo: o VAR anulou o gol. 

O VAR é um aparelho hodierno que apita mais, muito mais que o telefone do menino Jesus. Ficou tudo zero a zero. O empate era injusto: ambos mereciam estar perdendo.

Lá pelos 42 minutos um quase novo gol do Brasilitite. Mas que nada! Chamaram o VAR e ele, supremo pra burro, assim como um verdadeiro STF, desfez o que estava feito. O VAR com tamanha autoridade, já nem é VAR... é VARÃO.

Mas então tá, sem mais delongas, eis que o bisonho espetáculo acaba porque termina. E eu continuo achando que só neymarizado é que o futebol brasileiro deita e rola em campo. O que se há de fazer... O futebol tem disso.

18 de jun de 2019

O FUTEBOL FEMININO TEM DISSO...

BRASILIANAS  1 x 0 ITALIEIRAS
Em busca do elo perdido

Lá pelo oito minutos de jogo, a Nº 21, meiocampista italieira tenta de longe um chute ao gol de Bárbara, a nossa quase tártara arqueira-verde. A guria da Velha Bota pegou mal. Lamenta-se e levanta a camiseta para enxugar o suor. Não precisa mais chutar a gol. Tem mais é que suar bastante.
Aos 15 minutos o narrador do SporTV diz que vê muitas brechas na defesa das brasileiras. Não sei se ele é meio desbocado, ou se é tarado mesmo.

Segue o jogo. Aos 17 minutos, três escanteios seguidos para as nossas gurias. Se o jogo fosse entre casadas e solteiras, seria pênalti.

Ao 22 minutos exatos, um close na Marta. Pô, sua boca é puro batom grená. Era a BatMarta... Travestida de Coringa.

A Número 21 delas, aos 22 minutos tenta outra vez de fora da área. Dessa vez foi displicente ao levantar a camiseta. Teve torcedor que nem notou.

Aos 45 minutos, outro colse na Marta.  Minha expectativa é que no vestiário alguém mostre o vídeo para ela.

Segunda fase. BatMarta voltou batonicamente bocuda para o gramado. Pelo visto ela não escuta conselhos de ninguém, ou então ninguém conversou com ela.

Aos 51, uma boa ideia: Andressinha, ou coisa parecida, cobrou quase que muito bem uma falta na beira da área das italieiras. A bola beijou o travessão. Jogo que segue...

Ei, a juíza - boa juíza - é mexicana. É do México. Diga isso cinco vezes seguidas que você vai ver como soa estranho aos ouvidos de qualquer torcida... México, México, México, México, México!

Decorriam 63 minutos, desculpem, mas tenho que dizer: as gurias do Brasil estão ficando assanhadas. Ai delas que fiquem algariadas demais e percam o jogo de cintura e a ginga nacional.

Mas que nada, elas gostam de futebol, não dão bola pressas coisas... E eis que, aos 71 minutos cravados... Pênalti! Pênalti claro que nem precisou da atrapalhação do VAR. BatMarta ''coringou'' que o pulo da goleira delas sria para a direita e então atriou no outro lado. Tirou a goleira delas para fora da foto e da tela de TV.Pronto, goleada para nós 1 a 0.

E assim foi-se o placar até aos 90 minutos mais quatro de bola pra lá e pra cá. E fim pros paus! Um a zero para as nossas gurias. Por ora, tchau, tchau, bambinas.