22 de mar de 2019

PONTOS A PONDERAR

01.
TODOS IGUAIS
A Mesa-Diretora da Alerj - Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro, decidiu, por unanimidade, dar posse aos seus deputados presos. Não só deveriam dar posse como todos eles tinham que exercer seus mandatos lá mesmo, na cadeia.

02.
O GOL CONTRA DE BOLSONARO, OU: PURA ONOMATOPEIA

O maior gol contra de Bolsonaro foi privilegiar a tal reforma previdenciária de Paulo Guedes, em detrimento do pacote anticrime de Sérgio Moro. 

De qualquer maneira, tanto a reforma quanto o pacote estão fadados ao fracasso. Não há reforma nem pacote que seja aprovada sem passar pelas mãos sujas que manipulam o Congresso Nacional. 

E esse Parlamento que aí está, apesar da decantada 'renovação', é mais do mesmo e não nos representa. Essa pandilha não vai aprovar a reforma da Previdência, por pirraça, até que o governo capitule e chafurde na lama do velho toma lá, dá cá do ''é dando que se recebe'' que vem desmantelando o Brasil. 

E não vai aprovar o pacote anticrime de Moro, simplesmente por advogar em legítima defesa. Se a caça aos corruptos continuar, não sobra um, meu irmão. A reforma que Jair Bolsonaro tinha que ter iniciado era o dessangramento da Supremacia Absoluta dos dependentes do Cartel dos Leguleios.

E então, desde de 1° de janeiro deste glorioso ano de 2019 que o Brasil é governado por muitos presidentes de deploráveis qualificações, digamos, funcionais: 

01) Dias Toffoli, proprietário do Supremo; 
02) Davi Alcolumbre, dono do Senado e eventualmente do Congresso Nacional; 
03) Rodrigo Maia, síndico da Câmara de Deputação; 
04) Lula da Silva, hóspede de gala da carceragem da PF em Curitiba; 
05) Olavo de Carvalho, guru radicado em Richmond, na Virgínia... 
06) E, afinal, é também governado pelo menos pior de todos e o que menos pode e se sacode: Jair Bolsonaro, até agora presidente da República. 

E eia pois então que é tanto governante governando tanto, que o Brasil está cada vez mais desgovernado. 

E eu que nasci civil, me criei civil, ainda estou civil até debaixo d'água e de chuvas e trovoadas, já penso que uma rebordosa tipo pift-paft-puft bem que poderia fazer bem ao fígado de todos nós. 

RODAPÉ - O diabo é que essa rebordosa pift-paft-puft pode significar que a gente ó: pift neles; eles paft em nós; e nós, puft no chão.

SCRIPTUM POST - Ainda bem que esse ''pift-paft-puft'' é apenas um exercício de onomatopeia.

Nenhum comentário:

Postar um comentário