18 de mar de 2019

01.
PACOTE DE MORO EMPURRADO COM A BARRIGA

O fofucho Rodrigo Maia, do alto de seu trono de presidente da Câmara, não tomou semancol e empurrou para o segundo semestre, com sua proeminente barriga, a avaliação do pacote anticrime. 

Sérgio Moro está furibundo com a a nauseabunda delonga que cheira a mancomunação. 

Sabe quando deputados e senadores vão cortar na própria carne? Quando o Lula disser para a Lava-Jato que foi ele mesmo e não um amigo.

02.
NADA DE NOVO

Davi Alcolumbre afirmou que não cogita colocar em votação os pedidos de impeachment de Gilmar Mendes no Senado. Só no pedido de Carvalhosa, havia 32 denúncias de tráfico de influência, quebra de decoro, falta de probidade e abuso de poder imaginário e coisas quetais. 

Como se vê, nenhuma razão para colocar a impoluta figura em pauta. De novo a presidência do Senado não tem nada de novo. Dá pra ver que ficou um certo cheiro de mofo no gabinete presidencial.


Nenhum comentário:

Postar um comentário