6 de abr de 2019

PONTOS A PONDERAR

01.
FICA NA TUA, CACATUA!
Dias Toffoli: "Não aceito as críticas que são feitas ao Judiciário". Ah, fica na tua, cacatua! 85% das críticas são feitas ao Supremo Tribunal Federal. Não aceita essas que já terás uma boa dor de cabeça. Deixa que das outras o Judiciário trata.

02.
ARTICULAÇÃO POLÍTICA
Teu nome vale quanto pesa: "O que e quanto eu levo nisso"?!?

03.
LIBERALIDADE DE EXPRESSÃO
Esse Olavo de Carvalho, autoproclamado guru de Bolsonaro, é um valente das entrelinhas. Ele gosta mais da Virginia, nos Estados Unidos do que de Campinas, onde nasceu. De lá é fácil vituperar e desferir ataques contra quem não cai em suas graças. Aqui já teria uma batelada de processos por injúria, calúnia e difamação. A distância é o seu escudo.

SCRIPTUM POST - Olavo é jornalista, ideólogo, ensaísta - seja lá o que isso signifique - e modernamente ''influenciador digital''. Autodidata, estudou filosofia por conta própria e sabe-se lá por quanto tempo, eis que filosofia se estuda a vida inteira ou fica-se fora do ''mercado''. 

É tido e havido pela imprensa extrema convencional como um dos maiores representantes do conservadorismo no Brasil, ainda que morando em outro país. 

Por dois anos, de 1966 a 1988, foi militante comunista, filiado inclusive ao PCB quando fez oposição ao regime militar brasileiro. Logo depois cansou sua beleza ideológica e virou um anticomunista convicto. 

Com tudo isso e por tudo isso, desde 1° de janeiro deste ano, ele tem mais conturbado do que ajudado o governo Bolsonaro.

RODAPÉ - Exponho esse perfil histriônico para que você saiba o que anda lendo e com quem a gente e o Bolsonaro está falando.

04.
MATOU A COBRA
Falando à BBC nos EUA, onde participa da Brazil Conference, o general Carlos Alberto dos Santos Cruz disse que Olavo de Carvalho “não tem importância nenhuma”. E encerrou o assunto: “Se eu me interessasse por ele, poderia dizer alguma coisa. Mas sinceramente não tenho nem curiosidade”.


05.
NÃO É DANDO QUE ELE RECEBE
Então Bolsonaro se rende e começa a receber políticos em Palácio. Mas, sempre acompanhado, nunca a sós. Quer dizer, São Francisco de Assis não entra na conversa.

06.
SEM OPERADORES
Jair Bolsonaro disse nesta sexta-feira que não querer polêmica com a Palestina e afirmou que visitará “dois ou três” países árabes no início do segundo semestre. O cerimonial tratará dos encontros, sem intermediários nem lobistas comissionados.


07.
HORÁRIO DE SEMPRE
Bolsonaro acabou ontem com o horário de verão do ano que vem. Pelo menos por um ano, não vou ter a sensação de que o governo me rouba o tempo em vida.

Nenhum comentário:

Postar um comentário