31 de mar de 2019

PONTOS A PONDERAR

01.
TESOURA

O Conselho Nacional de Justiça vai lançar nesta segunda-feira, dia 1º de abril, a hashtag #fakenewsnão. Com a campanha o Judiciário pretende combater a disseminação de notícias falsas. 

No Brasil é assim: os maus exemplos se espalham rápida e venenosamente que nem cobra pelo chão. Viu só no que deu o ''tesouraço'' de Dias Toffoli?!? 

O CNJ que comece por censurar os noticiários das grandes redes de rádio, TV, jornais e revistas que vêm manipulando a opinião pública desde que Cabral se perdeu com as índias e descobriu o Brasil.

02.
TOGAS CURTAS DEIXAM OS PÉS DE FORA
Não adianta, por mais que se chamem de excelências, de meritíssimos; por mais que se agasalhem com suas togas, a gente sabe que elas não passam de cobertores curtos que lhes deixam com os pés de fora. Nenhum dos 11 luminares prestou concurso para ser ministro do Supremo Tribunal Federal. 

03.
INDA QUE MAL PERGUNTE...
Quem tem medo da Lava-Jato?!?

04.
É GOLPE
Se os golpistas do STF tivessem vergonha na cara e respeito pela própria mais alta Corte de Justiça do país, essa tal de prisão após condenação em segunda instância nem entraria em pauta no dia 10 de abril e nem no Dia de São Nunca. Eles estão julgando a si mesmos. Mas eles nem se importam com isso: vão se absolver.

05.
GILMUAR
Bico, surubico, quem te deu tamanho bico?!?

06.
LONGE DELES
A melhor reforma do governo Bolsonaro seria ter um plano B que fizesse cada projeto passar longe do balcão de negócios do prédio Nereu Ramos, habitat de 513 deputados e 81 senadores.

07.
SENADO VAI TOCAR PACOTE DE MORO

O Senado quer aprovar o pacote anticrime de Sérgio Moro ainda no primeiro semestre. É que a senadora Simone Tebet, não está para brincadeira na presidência da Comissão de Constituição e Justiça da Câmara Alta. 

As propostas começaram a tramitar no Senado na quinta-feira, dia 28. Para acelerar a votação, Simone já escolheu os relatores das três propostas. Rodrigo Maia ficou com cara de bolo doce. 

08.
TOMA!

Bolsonaro antes de viajar para Israel editou decreto que bloqueia quase R$ 3 bilhões nas emendas parlamentares, um dos principais aparelhos de ''negociação'' política dos congressistas. 

As emendas são usadas pelos deputados e senadores para, dizem eles, destinar recursos a obras e projetos nas bases eleitorais. 

A medida deu nos dedos de Onyx Lorenzoni, chefete da Casa Civil de Bolsonaro, que prometeu blindar as emendas de qualquer tesourada no Orçamento. Bolsonaro cortou fundo.

09.
BOICOTE
Para a mídia amestrada, a grande sacada é ser ''furada'' pela mídia virtual em qualquer feito governamental. Enquanto o governo Bolsonaro não voltar a ser o maior anunciante do país, ele será a mais ignorada fonte de notícias das grandes redes de deformadores de opinião. 

10.
GANDAIA PUBLICITÁRIA

Do ano 2000 - estertores do governo FHC - até janeiro deste glorioso 2019, o Governo comprou R$ 23 bilhões com a mídia. Essa gandaia publicitária daria para construir mil hospitais. 

Construiu apenas a imagem de governos enganadores e forjou perfis esplêndidos e colossos de governantes embusteiros ardilosos.

11.
HINO EM ISRAEL
Bolsonaro desceu em Israel ao som do Hino do Brasil. Pronto, agora a gente já sabe que não é só nos jogos de futebol que se toca e canta o Hino Nacional.

12.
QUEM NÃO GOSTA...
Caiu a proibição a manifestações de louvor à Redentora de 64. Pronto, celebra quem quer e gosta. Quem vai de colher. Quem não gosta come... arroz. Não rima, mas é bom.

13.
FOGOS ÀS MARGENS PLÁCIDAS
Cinco horas da manhã deste 31 de Março. Espoucam fogos de artifício nessa Brasília, às margens plácidas do Paranoá. É o pessoal comemorando que é proibido proibir. Só pode.

14.
ENTREMENTES...
As barragens continuam desbarrancando por aí. 

15.
ME ENERVA
Neste dia 10 de abril o STF estará no banco dos réus do STF. Há quem diga que falange nida jamais será vencida. E você pode chamar Celso de Mello, o decano curto de discurso longo, pelo codinome de Minerva que ele atende.

Nenhum comentário:

Postar um comentário