1 de abr de 2019

PONTOS A PONDERAR

01.
JUÍZES À BRASILEIRA

Não merece confiança nem obediência o juiz que julga por covardia sob a pressão da voz rouca das ruas.

Mete medo, por sua arbitrariedade, o juiz que se compraz e se deleita ao fazer de cada um de seus julgamentos uma afronta, um desacato ao clamor da sociedade por justiça. 

Aquele, medroso, não merece nenhum respeito; este, por sua 'valentia' desprovida de ética e de moral, não merece nem pode ser juiz. 

Há juízes, nas melhores cortes de Justiça desse País que julgam os réus não pelo que eles são ou pelas razões pelas quais eles são acusados; esses luminares julgam sempre por si mesmos, pelas suas próprias razões, como se eles, doutos e notáveis, é que estejam em julgamento. 

SCRIPTUM POST - Só mesmo nesse Brasil Jaburu da Silva a Justiça usa o jeitinho brasileiro.

02.
BRASIL EM ISRAEL: NEGÓCIO DAS ARÁBIAS

Bonita essa viagem de Bolsonaro a Israel. Mas perguntem à bancada ruralista o que é mesmo que ela está achando. 

É que, não é nada, não é nada, o Brasil tem até agora um negócio da Arábias de carne bovina e de frango: coisa de quase R$ 4 bilhões por ano. Os árabes e muçulmanos estão torcendo o nariz. 

03.
NARIZ E ORELHA
A Autoridade Palestina protestou contra a abertura do escritório de negócios do Brasil em Jerusalém. O embaixador da Autoridade Palestina em Brasília foi chamado ''para consultas''. Quer dizer, os palestinos não estão só de nariz torcido; vem aí mais que um puxão de orelha. Se for só isso...

04.
BALA COM BALA NO RIO

Mesmo depois de centenas de prisões de milicianos no Rio, as quadrilhas estão atuando num território cada vez maior. Os grupos paramilitares estão hoje em nada menos do que 14 cidades do estado e em 26 bairros da capital.

Só na cidade do Rio, estão sob os mandos e desmandos dos milicianos, cerca de 2,2 milhões de pessoas.

Quer dizer, não dá para combater o crime organizado das ruas na base do bala com bala. Bandido atira primeiro e pra matar; mocinho só reage... quando tem tempo.

05.
O RUGIDO DO LEÃO

Marcos Cintra, o secretário da Receita Federal, usou o Twitter neste domingo para informar que a reforma tributária em estudo pelo governo prevê cobrar impostos da economia informal. isso não é informação é ameaça. E foi explicada assim:

“Duas rotas para abaixar os impostos: 1. combater a sonegação por meio da simplificação; 2. tributar a economia informal, que representa por baixo 15% do PIB.”.

Traduzindo do português para o português: o Leão que tem medo de morder os Gilmuares da vida, começa a rugir pra cima da vizinha que vende pastel e do sapateiro ali da esquina. 

06.
QUE PAVOR
Pensem comigo... Que pavor seria o Brasil se o único e definitivo jeito de se fazer justiça  fosse no Supremo Tribunal Federal. Pois é o que acontece.

07.
INDA QUE MAL PERGUNTE...
Você acha o STF legal?!?

08.
DE FUTRICA EM FUTRICA

Só para parafrasear e não perder de vista a sonoridade do papo já antigo entre Aloysio Nunes e Raul Jungmann: "a Justiça no Brasil é soda!"... 

Aceitando cada decisão estapafúrdia e empoderada dos supremos ministros do STF o brasileiro relaxa e goza. É como se até gostasse um pouquinho de ser futricado: "Tá doendo, mas não tira".

09.
ENTREMENTES...

Segue correndo pelos gabinetes do Senado a listagem para o impeachment de Gilmuar Mendes. Kajuru é portador do pedido de assinaturas contra aquele que ele diz que ''não se acha Deus... Ele tem certeza que é". 

Além de Kajuru, a lista já tem mais 19 assinaturas, sendo elas:Luiz Carlos Heinze; Oriovisto Guimarães; Lasier Martins; Styvenson Valentim; Álvaro Dias; Eduardo Girão; Alessandro Vieira; Randolfe Rodrigues; Major Olímpio; Flávio Arns; Marcos do Val; Reguffe; Fabiano Contarato; Maria do Carmo Alves; Plínio Valério; Soraya Thronicke.

10.
CUIDADO COM A BARRAQUEIRA

Paulo Guedes vai voltar ao Congresso nesta semana para defender a reforma da Previdência. Cuidado com Kátia Abreu, ela é barraqueira. Se ela estiver levando flores, pode ter uma taça de vinho na outra mão.

Nenhum comentário:

Postar um comentário