21 de abr de 2019

ANIVERSÁRIOs DE BRASÍLIA

Imagem relacionadaHá 59 anos nascia Brasília. Arte e manha de Juscelino Kubitschek. 

Há coisa de 57 anos, nascia o Hospital de Clínicas de Pelotas Dr. Francisco Simões, obra, engenho e arte do trio de médicos e  amigos José Dagoberto Moura, Cândido Lopes Neto e João Feliciano Xavier. 


Quem foi lá ''inaugurar'' com pompa e circunstância o novel nosocômio, cuja rampa de acesso ficava a dois passos da casa de meus pais, na Marechal Deodoro, a minha ''Rua do Canalete'', foi ninguém mais nem menos do que JK - O Presidente Bossa Nova. 

Marcelo, o nosso Celão, tinha então pouco menos de um ano de idade. 

No colo de Evany, sua mãe, juntou-se ao povaréu que aplaudia Juscelino já descendo a rampa para voltar a Brasília. 

JK bateu os olhos no Celão que estava no colo da mãe e, num gesto grandiloquente de simpatia imediata, ergueu-o nos braços e vaticinou: 

- Serás um grande brasileiro! 

Não teve tempo de dar atenção aos aplausos do eleitorado: Celão respondeu-lhe com uma grossa golfada de leite materno na lapela do impecável paletó. 

Cavalheiro de fina estampa, JK devolveu Celão aos braços agora do povo. Sorrindo simpático e afável, limpou a lapela elegantemente com um lenço branco de seda, enquanto mentalizava o recado.

Hoje, 58 anos depois, eu e ele comemoramos com golfadas de boas gargalhadas o seu primeiro protesto político. Feliz aniversário pra nós, Brasília.

Nenhum comentário:

Postar um comentário