29 de abr de 2019

PONTOS A PONDERAR

01.
A ''ENTREVISTA''

Dia 26, graças a Lewandowski e um par de lambe-botas travestidos de 'entrevistadores', Lula conseguiu burlar a lei e fazer um comício de duas horas e dez minutos na carceragem da PF, em Curitiba, onde está preso por corrupção e lavagem de dinheiro. 

A dupla de puxa-sacos militantes, fez dezenas de perguntas geniais. Aqui vai uma delas, só para sentir o clima de mais um deboche ao jornalismo e de mais uma ofensa à sociedade que não rouba e não gosta de quem rouba e deixa roubar:


PERGUNTADOR - Recentemente, o ministro Paulo Guedes disse que o senhor não cometeu nenhum crime, que não roubou. O ministro do Bolsonaro admitiu isso. Depois, o Marco Aurélio disse, recentemente, que não vê indícios de crime no triplex do Guarujá. E o Maurício Dieter, um dos maiores criminalistas, disse que não há crime material. O senhor acredita que com a devolução do dinheiro que foi pago pela sua esposa por esse triplex, você pode tentar conseguir sua absolvição, é possível isso? Você acredita nisso? 

Isso não é pergunta é prólogo; prolegômeno de indução à justificativa de um malfeitor deformador de opinião; um prefácio ao comício de uma das piores espécies de corruptos: o passivo, aquele que se vende, o aproveitador desavergonhado que come bola.

Quanto à reposta... Desculpem, não ouço nem falo com mentiroso.

02.
VIDA DE CÁRCERE

Lula, o reeducando: Ele pensa que lendo na cadeia, se reeduca. Já a ressocialização ele confunde com reintegração: o que ele quer  é trocar o pátio do presídio pelo passeio público. Para ele, ressocialização é bancar o Lulinha Paz e Amor.

Nenhum comentário:

Postar um comentário