2 de jul de 2018

O FUTEBOL TEM DISSO...

BRASIL  2X0  MÉXICO
Adiós, Muchachos!

A Espanha se foi à la gaita na Rússia porque é a inventora da monotonia no futebol: tem sempre a seu favor 92% de posse de bola. Nesses 8% contrários, costuma levar gols.


Portugal é um caso sério da mais conhecida tradição lusitana: nunca soube direito o que é mesmo esse taln de jogo de bola. Sua dificuldade de aprendizado acabou mandando sua seleção de volta pra casa.

A Argentina só agora se deu conta de que se o Messi jogasse pela Espanha, nem Argentina nem Espanha estariam eliminadas: os espanhóis jogariam muito melhor com Messi e os argentinos muito melhor sem ele.

E, por essas e outras, eis então o Brasilintite no mata-mata com o México. Com metade do Brasil amando e o resto odiando Neymar, sabe-se lá porque cargas d'água todo mundo diz que o Brasil é favorito. Como mugiria aquela Bezerra, "isso deve di sê górpi".

E começa o retoço... A cartolagem da CBF deveria ter exigido que a Fifa escalasse para esse jogo o Dias Toffoli como Árbitro de Vídeo. Essa gente não tem mesmo um pingo de visão administrativa.

Comecinho de escaramuças e depois de levar o primeiro coice, Neymar dá seu primeiro chute a gol. Logo Fagner perdeu a chance de destruir uma canela mexicana e o mariachi cavou escanteio.
 
Sempre que recebia uma bola, Neymar recebia também pelo menos três mexicanos. Os mexicanos marcavam a saída de bola, conforme o Felipão disse que não mandou fazer.

Fim de meio jogo de pequenas emoções. Eram já cinco minutos do segundo tempo. E aí...
Gol! Gol dele! Gol meu! Gol nosso! Agora é o gol de Neymar é gol 'nosso' né, não?!? pena que CR7 e Messi estão no hotel vendom isso de longe.

Aos 20 minutos, um susto: boa defesa de Alysson. Concordo com as gurias brazucas, ele é liiindo. Mas o Thiago, o Thick, meu neto é mais bonito. E toca violão muito melhor que o Alysson, um goleiraço.

Aos 23 quase... Quase gol dele, quase gol de Neymar, quase gol meu, de novo. A bola passou raspando o coração dos mexicanos.

Lá pelos 30' à margem do gramado, um bandido mexicano pisoteou a canela direita já baleada de Neymar. Poor mim, eu colocaria hoje mesmo esse bandidão na mesma cela do lula: na primeira chance ele pisotearia o Lula.

Eu até chamaria o árbitro de vídeo, mas foi bem melhor não chamar: seria o Dias Toffoli. Ele julga sempre contra o Brasil.

Aí então, já no fim de tudo, sai Coutinho e entra Firmino. E logo em seguida... Gol. Gol nosso. Jogada dele; jogada de Neymar; jogada minha: gol de Firmino! E então inda que mal pergunte: o Tite botou Firmino em campo por que e pra quê?!?

Pronto, Brasilintite 2x0 México. Adiós, muchachos!

Nenhum comentário:

Postar um comentário