14 de mai de 2019

TEMER EM LIBERDADE

Não, não é temer em liberdade. Disso ninguém tem medo. Isso ninguém precisa temer. É Temer -  profira esse palavrão como se fosse paroxítona - no olho da rua. E aí, então, você dirá que aconteceu que todo mundo já sabia que aconteceria: o STJ mandou o Temer para gozar o pleno sol da liberdade. 

E vocês queriam o quê... Que os doutos intérpretes da lei votassem contra os ''suspeitos'' de corrupção, lavagem de dinheiro e formação de quadrilha?!? 

E a ''presunção de inocência'' iria pras cucuias?!? Vocês queriam mesmo o que: acabar com a prescrição perpétua?!? 

Para os capatazes da lei, da ordem e da justiça, Temer e seus quadrilheiros são inocentes, até prova em contrário. Um dia, seus filhos, seus netos - "seus'' de vocês aí que me acompanham por aqui - ainda serão um Michel Temer desses da vida. 

E você vai se acabar e gozar, vai relaxar e gozar, vai se gabar de ser brasileiro, com muito orgulho, com muito amor. 

Bolas, verdade é que não há nada no mundo que eu queira ser mais Michel Temer do que um Lula da Silva qualquer. A menos que soltem o Lula daqui a alguns dias, daqui a algumas promissoras semanas. 

Aí, eu quero ser Lula, para orgulho dos meus filhos e netos... Bolas, esse tribunais superiores estão pensando que existem pra quê?!? 

Se não for para provar que os tribunais de primeira e segunda instâncias são uns pardieiros sem eira nem beira, então que se mande fechar essas excrescências, esses tumores malignos que distorcem e só atrapalham e corrompem o sistema judiciário dessa pátria, amada, Brasil!

Dessa vez, eu tô falando é das barras dos tribunais de terceira, de quarta e até de suprema e infinita instância... Se não for para me julgarem igual aos mais iguais que todos nós, então que fechem essas baiucas de hipócrita, zombeteira, patife e criminosa desigualdade perante a lei. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário