2 de mai de 2018

PORTA ARROMBADA
Prédios invadidos no centro de São Paulo, por mais de 4 mil famílias, serão vistoriados. A Defesa Civil - que sempre chega depois - fará nos próximos 45 dias o mapeamento do risco nos mais de 70 edifícios ocupados. É sempre assim, porta arrombada, tranca de ferro. O Brasil não tem um programa habitacional sério. O Brasil não é sério.

JOGANDO PRA TORCIDA
O Supremo Tribunal Foderal, dono da bola, retoma hoje o arremedo do fim do foro privilegiado. É jogo para a torcida. Tratam da 'restrição' do privilégio apenas para os parlamentares. E com ressalvas ainda. Vamos continuar não sendo iguais perante a lei para mais de 40 ou 50 mil notórios delinquentes com pose de autoridade.

MORO ABOCANHOU O MANTRA DE LULA:
CADÊ AS PROVAS, CADÊ?!?

O CAG de Lula – Clube de Advogados Graciosos, quer que Sérgio Moro libere os quase R$ 10 milhões bloqueados do seu cliente que não tem como garantir sua ‘subsistência’ sem tamanha grana.

Moro só deu o troco: determinou aos graciosos defensores que demonstrem a origem lícita da farta bufunfa que estava aplicada em fundos de previdência.

Essa grana, sem carimbo dos mortadelas, vinha em borbotões das tais palestras que agora Moro quer saber onde, quando e sobre o que foram proferidas por Lula.

Na conta da ‘LILS Palestras’ cerca de R$ 27 milhões. Desse montante, R$ 9,4 milhões foram repassados pelas empreiteiras de sempre: Odebrecht (R$ 3 milhões), Andrade Gutierrez (R$ 2,1 milhões), Camargo Corrêa (R$ 2 milhões), Queiroz Galvão (R$ 1,2 milhão) e OAS (R$ 1,1 milhão).


Lula pode até abrir o bloqueio para que os aflitos advogados do CAG de Lula não morram de fome e recebam seus honorários, mas agora ele virou o mantra do PT contra o seu próprio criador: cadê as provas, cadê, Lula?!?

Nenhum comentário:

Postar um comentário