1 de mai de 2018

MAIS UM PROCESSO CONTRA LULA & CIA

A procuradora Raquel Dodge acaba de 'procurar' uma bandalha das boas: denunciou Lula, Gleisi, Paulo Bernardo, Palocci e Marcelo Odebrecht.  

Para Raquel tudo, tudo indica que Lula foi um dos beneficiários que abocanharam a propina de US$ 40 milhões que trocados em miúdos valem hoje mais de R$ 130 milhões. 

Ela acusa acusa os bandalhos de corrupção passiva e lavagem de dinheiro e o empreiteiro de corrupção ativa. Uma questão de subornáveis e corruptor; de vendidos e comprador. 

O repasse da  grana foi acertado por Odebrecht com Lula em 2010, quando o dono da alma mais honesta desse país era presidente, para que, depois, o empresário fosse beneficiado com decisões do governo. 

O desastre dessa história é que o diabo veste Prada: tudo pode dar em nada... A denúncia está nas mãos de Edson Frachin, relator da Lava-Jato. Ele é da Segundona, a Turma Brava, a tal Falange Malígna do STF que, além do decano curto Celso de Mello, é formada por Gilmuar, Leviandowski e Toffoliandeandando.

O PT NÃO TEM MÃE VIVA

O PT não tem mãe viva. É mais que um cumpanhero bom e batuta, um trairão de primeira. Adora bandido, mas assim que ele cai na cadeia, o PT lhe dá as costas e vai tratar de coisas mais interessantes. Foi assim com Zé Dirceu, com Genoíno, com Vaccari, com Palocci, já está sendo assim com Lula e logo será do mesmo jeitinho com Gleisi - A Perereca Pálida Desvairada. O PT não tem mãe viva na sua cumpanherada. Imagine se vai ter a Amante da lista da Odebrecht.








Nenhum comentário:

Postar um comentário