5 de mai de 2019

PONTOS A PONDERAR

01.
A LÓGICA DA RedeTV 

A autorização de Ricardo Levianowski para a RedeTV era para a realização da entrevista. Pronto a RedeTV fez a entrevista com Lula na cadeia onde ele cumpre pena por corrupção e lavagem de dinheiro. 

Agora deve estar esperando uma ordem do Supremo Tribunal Federal para a exibição do espetáculo. 

Está certa a RedeTV: se precisou de uma autorização do STF para fazer uma entrevista, pela mesma razão  e com a mesma respeitosa submissão espera agora a permissão dos donos da liberdade de expressão para a exibição de mais um campeão de audiência. Nada mais lógico.

RODAPÉ - A lógica da RedeTV me reportou a uma dessas historinhas de viagem que a gente sempre tem pra contar. Essa deu-se em Portugal... 

Carlito e sua companheira, jantavam em um restaurante em Lisboa. No meio do jantar, ela sentiu dor de cabeça. Pediram a conta e chamaram um táxi. Carlito deu o endereço do hotel e falou para o motorista: 

- Por favor passe por uma rua que tenha farmácia. 
- Pois, não.

Coisa de dez minutos depois, o táxi parou no hotel que Carlito havia indicado. Carlito surpreso pergunta ao português:

- Eu não lhe pedi para passar numa rua com farmácia?
- Pois, passamos por muitas.

SCRIPTUM POST - É como dizia Albert Einstein: "Um raciocínio lógico leva você de A a B. A imaginação leva você a qualquer lugar que você quiser.". E contesta, sabiamente, o lacônico Garanhão de Pelotas: - Ou não.

02.
MDB QUER OUTRO NOME

Com vergonha de si mesmo o MDB quer mudar de nome outra vez. Boa parte de todas as partes ruins do partido quer agora que a facção seja batizada de 'Movimento' e nada mais. Bolas, mudar de nome é fácil; quero ver é mudar de comportamento. Esse é o lado gaulês do MDB: não toma banho, mas usa os melhores perfumes.

03.
O ALEXANDRE É UMA FROTA

Osmar Terra, disse que o deputado Alexandre Frota “quer nomear todo mundo” no Ministério da Cidadania.

Terra desenterrou a chateação: “O problema do Alexandre é que ele quer nomear todo mundo no ministério. Ele apresentou nomes para todos os cargos. Até atendi um que achei o currículo interessante. Mas para os outros cargos eu busquei técnicos".

Osmar Terra, ainda perdeu tempo em explicar para os jornalistas porque não atende à indicação de uma verdadeira frota de apaniguados: "Quem vai responder depois sou eu e não o deputado. Acho que o Alexandre tem certa inexperiência na prática política. Ele nunca foi político. Respeito o trabalho dele e acho que ele é importante na cultura, mas o ministério é responsabilidade minha.”

Em suma, Alexandre é grande, mas não é dois; é Frota, mas emplacou um só no ministério de Terra.

04.
BURRICE
A maior burrice de Bolsonaro vai ser quando ele der mais importância às estultices oligofrênicas e despautéricas do auto-degredado Olavo de Carvalho do que ao pacote anticrime de Sérgio Moro. 

05.
Lula continua o mesmo Lula de sempre. Ele é um reeducando que jamais se ressocializará. Na entrevista com o par de vasos da Folha e do El Clarin que foi amplamente divulgada por honra e glória de Ricardo Levianowski, Lula disse que "ficaria 100 anos preso mas não trocaria a sua dignidade pela sua liberdade''. Agora, na entrevista que a RedeTV não colocará no ar brasileiro, Lula chuta os próprios fundilhos e diz agora que quer ir pra casa e que não abre mão de continuar a briga pela sua defesa. Ahn, bom. Então tá.

06.
A ENTREVISTA PARADA NO AR...

Acho bom que se saiba a razão pela qual a RedeTV não vai editar a entrevista que Levianowski autorizou fazer com o prisioneiro Lula, condenado em três instâncias do Judiciário por corrupção e lavagem de dinheiro:

É que a RedeTV foi contratada no ano passado pela BBC World News e pela K.doc para gravar entrevistas para a série-documentário de 3 capítulos. Realizou 12 entrevistas, 3 das quais com ex-presidentes da República. A série, chamada “What Happened to Brazil”, foi transmitida internacionalmente em janeiro pela BBC.
A entrevista com Lula foi solicitada à época como parte desse projeto. Liberada agora pelo Levianoswki, foi gravada na última sexta-feira. A entrevista será usada pela BBC World News com exclusividade, numa sequência da produção desenvolvida no ano passado. Todos os direitos sobre imagens e direção editorial são da BBC. 
07. LULA COM UM PÉ NA RUA: SEMIABERTO EM SETEMBRO
Em 23 de abril, a 5ª Turma do STJ - Superior Tribunal de Justiça decidiu reduzir a pena do seu padrinho de batismo naquele tribunal, de 12 anos e 1 mês de prisão para 8 anos, 10 meses e 20 dias de prisão, com pagamento de 175 dias-multa, assim distribuídos:135 dias para o crime de corrupção passiva e 40 para a lavagem de dinheiro no caso do triplex que não é dele e nem de ninguém, é do... Guarujá. Com isso ficou claro para os afilhados do réu dos réus, que ele merece menos dias de cadeia, mas que é mesmo corrupto e especialista contumaz em lavagem de dinheiro.
Com a decisão, no entanto, o petista poderá cumprir a pena em regime semiaberto depois do pagamento da indenização e do cumprimento de 1/6 do tempo, como estabelece o Código Penal. O período será cumprido em setembro.
08. A PEDRA NO CAMINHO...
No caminho há uma pedra. Há uma pedra no caminho da semiliberdade de Lula: o julgamento do caso do sítio que não é dele nem de ninguém é de Atibaia. 
Nesse caso - apenas o segundo de um monte deles - Lula foi condenado pela juíza Gabriela Hardt, da 13ª Vara Federal do Paraná, a mais 12 anos e 11 meses de prisão por corrupção passiva e lavagem de dinheiro. A acusação foi de que Lula recebeu R$ 1 milhão em propinas das empreiteiras Odebrecht e OAS para reformas no aprazível e bucólico recanto.
O Clube de Advogados Graciosos de Lula já recorreu da decisão ao TRF-4, e agora aguarda o julgamento. Caso a condenação seja mantida antes de setembro e seja determinado um novo pedido de prisão após condenação em 2ª Instância, Lula deve permanecer preso - para o bem de todos e felicidade geral da nação. Menos dos lulopetistas, é claro.
SCRIPTUM POST - Não sei se é medo, desconfiança, premonição, ou coisa que o valha, mas algo me diz que - em razão da enorme pressão de entidades divinais e supremas que vem aguentando galhardamente, a notável turma do TRF-4 de Porto Alegre, vai ficar com ''preguiça'' de julgar o caso do sítio de Atibaia e vai deixar o seu julgamento bem pra depois de quando setembro vier. Quem sabe fica cinematograficamente para ''Suddenly, last summer'', do também notável Tennessee Williams.

Nenhum comentário:

Postar um comentário