19 de mai de 2019

PONTOS A PONDERAR

01.
HOMEM-BOMBA DA VEZ
Quem pediu levou: Fabrício Queiroz é o homem-bomba da vez. Agora é explodir o currículo pronto.

02.
SIGILO NA VIDA PÚBLICA

A Justiça pede notas fiscais de Flávio Bolsonaro. O senador é investigado por suspeita de desvio de verba no orçamento da Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro, distribuída entre pessoas do gabinete dele. Acho mais é bom. 

E acho mais ainda: de vereador a deputado, senador, governador, ministro, aspone, presidente da República e todo e qualquer brasileiro nato ou naturalizado que exerça cargo público, têm que ter vida absolutamente pública. 

Não deveria precisar de ordem judicial para quebra de sigilo. Deveria não ter sigilo algum, nem bancário, nem telefônico. Vida pública é vida pública. Não tem que ter segredo algum. Nenhum segredo é coisa pública.

03.
INDA QUE MAL PERGUNTE
O que é que os políticos cochicham que os brasileiros que pagam seus salários não podem saber?!? Segredo não é coisa pública. 

04.
SEM TEMPO PRA VAGABUNDAGEM

Eu sou do tempo que não sobrava tempo para puxar fumo(*) e nem para duvidar nas horas vagas em questões de gênero, número e grau: tinha aulas compulsórias de ''ginástica'' duas vezes por semana e ''prática esportiva'' às quartas-feiras e sábados à tarde. Ah, sim... Como era ''colégio de padre'' - tinha missa aos domingos. Mas essa não era obrigatória.

RODAPÉ - (*) ''Puxar fumo" naquele tempo era pitar um Saratoga, um Hudson com ponta, um Liberty Ovais. Depois é que vieram o Continental, o Hollywood, o Carlton...






Nenhum comentário:

Postar um comentário