28 de jun de 2018

OS 5 MAIORES TRAIDORES DA HISTÓRIA
DA PÁTRIA AMADA, IDOLATRADA


De 22 de abril de 1500 até aqui, a História do Brasil, tinha dois grandes traidores da pátria: 

01) Domingos Fernandes Calabar que se vendeu aos holandeses então invasores do nosso país; 

02) Joaquim Silvério dos Reis que dedurou os inconfidentes mineiros. Joaquim José da Silva Xavier, O Tiradentes, perdeu os pedaços e a cabeça por causa dele. 

Hoje, além de Calabar e Silvério dos Reis, nós temos de uma sentada só, no condomínio fechado da Magna Corte de Justiça, três notáveis exemplares de pérfidos pulhas, desprovidos de caráter, dotados de um poder supremo capaz de espalhar o terror do excesso legal e de, usando o esgoto das leis, decretar uma oceânica e definitiva desigualdade social.

Com os dois primeiros grandes traidores da pátria, essa trindade funesta inclui no currículo escolar da História do Brasil o quinteto de traidores da pátria. 

Tomara que outra falange de traidores como esta trinca de pulhas leve bem mais do que novos 518 anos para aparecer.

Dou um doce da Fenadoce e uma caixa de fósforos vazia, para quem acertar os nomes dessa tríade justicialista. 

RODAPÉ - Ao prometer-lhes tal premiação, uso do meu direito de cruzar os dedos em figa, na esperança de traí-los com a mesma eficácia com que esses três hodiernos e enormes traidores da nossa pátria, amada, idoltrada usam e abusam das leis para trair a Justiça.

Nenhum comentário:

Postar um comentário