28 de jun de 2018

MELLODRAMÁTICO, O PEDANTE

Marco Aurélio, como sempre mellodramático e mais desrespeitoso do que irônico, disse hoje que o Supremo não estaria rachado ao meio na questão da prisão em segunda instância se Cármen Lúcia tivesse pautado o mérito das tais ações que insistem em tratar do tema. Vejam só o que balbuciou o bobalhão emplumado, relator de três ações sobre o assunto:


“Tempos estranhos. Estou aqui há 28 anos e nunca vi manipulação da pauta como esta”.

Bolas, esse luminar afetado, não viu mesmo é que há 28 anos no STF, ele não fez nada que preste ou que deleite em suas permanentes e atrevidas avacalhações. 

O que ele não viu e não vê mesmo é que não tem um pingo de pudor em 'queimar o filme' de seus pares e ímpares do tribunal mais prepotente do mundo. 

O que ele não viu e nem quer ver é que essa droga de matéria sobre a prisão em segunda instância, já foi enterrada pelo plenário do próprio STF, há menos de dois anos e que, em nome da ética, da moral, do direito e do respeito ao próprio tribunal, não deveria sequer ser cogitada. 

Muito menos trazida à baila por um dos 11 intocáveis doutrinadores supremos, por imbecil e 'estranho' que seja esse paraquedista amaneirado presunçoso. O ar fica infestado quando esse pedante abre a boca.

Nenhum comentário:

Postar um comentário