30 de mar de 2018

O EGO
O que alimenta o monstrengo Gilmuar é a discordância de suas posições ultrajantes. Com a raiva alheia ele esconde sua pusilanimidade.

Nenhum comentário:

Postar um comentário