16 de mar de 2018

ESTADO DE CHOQUE
A assesora da vereadora Marielle escapou porque se jogou do carro e agora está em casa em estado de choque. Claro que está em 'estado de choque'. Ela é o próximo tiro.

ORGULHO DE SER REPÓRTER

O embuchado apresentador Zé Luiz Datena entrevistou por telefone o militar chefe de gabinete da Intervenção Federal comandanda pelo general Braga Netto. 

Nunca vi um repórter se sentir tão honrado em entrevistar um porta-voz remunerado pelo dinheiro dos nossos impostos. 

O porta-voz 'tranquilizou' o repórter: a Intervenção 'Federal' vai salvar o Rio de Janeiro. As polícias civil, militar, municipais, estaduais e federais "estão fazendo o que têm que fazer" - mandou o porta-voz intervencionista, na forma de um recado com o cheiro da velharia que canta de galo: polícias 'unidas, jamais serão vencidas'. 

Agora só falta combinar quem é que pode e quem é que se sacode. Quanto ao repórter, deu-se por satisfeito. Era uma entrevista 'exclusiva' - o entrevistado só poderia estar certo.  

ENTREMENTES...
Na favela do Jacarezinho, câmras de segurança na rua flagraram um pai sendo assassinado por assaltantes que queriam o seu carro, na frente do filho de cinco anos de idade...

E um pouco mais pra lá, bandidos explodiram um caixa eletrônico em Cotia, na Grande São Paulo. Ah, grande coisa. Cotia não é o Rio de Janeiro...

MINA DE OURO
O Brasil, país de enorme e crescente miséria, é uma país barato. Acaba de descobrir uma mina de ouro: há um oceano de celulares navegando por aí. Cada celular vale mais que um salário mínimo. Em um minutinho, o assaltante ganha mais do que por um mês de trabalho. Então, tome tento: se no ônibus o telefone tocar, não atenda. Faça com os olhos que o sinal de chamada é na bolsa da passageira ao lado.

Nenhum comentário:

Postar um comentário