7 de mai de 2018

UM PAÍS DESGOVERNADO

O governo agora está prometendo fazer o levantamento de prédios da União que estão inativos e também os que estão ocupados. 

A União tem mais de 652 mil imóveis. 

Foi preciso que desmoronasse aquele prédio no Largo do Paissandu em São Paulo, para o governo se dar conta de que não tem um programa decente para as ocupações urbanas, tanto para os miseráveis que os Boulos Fecais e os tais Ananias da vida exploram, quanto para os servidores públicos que andam batendo cabeça por aí, gastando os tubos e fazendo nada.

E não se iluda: o governo só está anunciando que vai tratar do assunto. É que isso faz bem para a sua tal de 'agenda positiva'. O Brasil vai de mal a pior. Você vai ver esse descalabro, nas eleições de outubro.

O CONTRAGOLPE DOS DESIGUAIS

Como perderam o tal foro privilegiado, os deputados e senadores agora querem parceria com os cumpanheros Gilmuar e Toffoliandeandando: querem fazer valer a tese canalha da prisão em 3º grau. 

Isso acontece porque ainda existe essa excrescência na Justiça brasileira que atende pelo codinome de Supremo Tribunal Foderal. 

Esses 11 luminares, todo poderosos, são um furúnculo malígno na história contemporânea dos três poderes constituídos desse país de mais de 200 milhões de caboclos submissos e resignados.

A QUESTÃO
Uma pesquisa, dessas que são piores que a encomenda, indicam que 65% dos brasileiros querem que seja estabelecido um prazo para o mandato dos ministros do STF. A questão não é essa: perguntem quantos brasileiros querem o fim do STF. Perguntem e depois me digam.

CONSTITUIÇÃO-CIDADÃ
O STF finge que não vê que, por sua causa, "somos todos desiguais perante a lei".

Nenhum comentário:

Postar um comentário