8 de mai de 2018

MARCELA, A HEROÍNA

Aí então, Picoly, o cachorrinho de Michelzinho se jogou nas águas plácidas do Paranoá, às margens do Palácio do Jaburu, residência oficial de Marcela e Michelão Temer. 

A segurança que estava de guarda recusou-se a molhar a farda e não moveu uma palha na direção do bichinho de estimação. Marcela, A Denodada, foi a tábua de salvação do animal que naufragava. 

Jogou-se revolta às águas e salvou Picoly, o cachorrinho de Michelzinho. Dançou a guarda que nem sequer chegou a nadar contra a correnteza. 
Marcela, detesta banhos fora de hora. Nossa heroína não sabe que no universo da natação existe até um tipo de nado que o vulgo chama de 'nado a cachorrinho'.

A segurança perdeu a vaga no palácio por afobação da patroa. Mas em compensação não molhou a farda, nem a arma que estava no coldre. Ufa! Que presença de espírito dessa moça. Livrou-se da chatice do cotidiano em palácios.

Inda que mal pergunte: o que Marcela há de fazer com Michelzinho que não dá bola para o Picoly e o deixa sozinho assim, abandonado, à beira do perigoso lago Paranoá?!?

Nenhum comentário:

Postar um comentário