27 de abr de 2018

TEM PIMENTA E PERECA PÁLIDA ANUNCIANDO
QUE O CÂNCER DE LULA PODE VOLTAR

O Clube de Advogados Graciosos (CAG) que defende Lula com unhas e dentes e seus honorários com desassombro incansável, voltou a apresentar uma petição exigindo que Lula seja “atendido periodicamente e sempre que necessário” pelos médicos escolhidos por ele.

A juíza Carolina Lebbos respondeu aos teimosos defensores do indefensável que, "não havendo urgência, não há motivos para autorizar a entrada de médicos". 

E, por um gesto de bondade para com os insistentes causídicos, informou que contou com informações da Superintendência da Polícia Federal para tomar sua decisão.

Foi o que bastou para levar a turma do rebosteio à loucura. 

O grupelho de lulistras fanáticos foi à histeria. Para eles, os olhos tristes de Carolina querem que Lula veja o tempo passar na janela que dá para os corredores da carceragem. 

Os lulistras doentes acusam a brados retumbantes que a juíza quer acabar com a saúde 'debilitada' do cara que tem a alma mais honesta desse país.

O gás de Pimenta foi todo despejado na tribuna da Câmara para lastimar que o presidiário Lula receba o mesmo tratamento médico de outros presos: "Isso é abuso e desrespeito"!

Já Gleisi, a Perereca Pálida, saltou das tamancas e denunciou que "há uma intenção real” no corpo e no espírito da magistrada Carolina Lebbos e tuítou: 

“Juíza federal nega visita médica ao presidente, alegando q ñ há urgência. O que ela entende d saúde d presidente?! Lula tem 72 anos, enfrentou um câncer, precisa de acompanhamento. Qual é intenção real dessa negativa?!”.

A Pererca Pálida saltita entre a burrice dos que não têm arranque e saem aos pulos e a cretinice mordaz dos animais sociais... Ela consegue ver Lula adoentado; tá amoladinho, coitadinho: 'perseguição política' dá câncer.

Já o suplente de deputado Wadih Damous foi ainda mais fundo e histérico: garantiu peremptoriamente que a juíza “quer ver um cadáver saindo de lá de dentro”.

Gracinhas, não?!? Antes da cadeia, Lula costumava bazofiava que 'vendia saúde'. Ele vivia repetindo e espalhando que tinha “70 anos, energia de 30 e tesão de 20 para mudar esse país”. E sempre que escutavam essa fanfarronice, seus adoradores a faziam retumbar aos quatro ventos.

Deuses não adoecem. Fazem milagres: curam todos os males e dão sumiço em coisas materiais. Os desatinados adoradores de Lula se esqueceram agora, todos eles, que Lula chegou a dizer uma vez que tinha vontade até de ficar doente para ser atendido pelo SUS, já que para ele "o SUS está à beira da perfeição". Esqueceram também que ele sempre se tratou no Sírio-Libanês.

Se há alguém doente nesse dramalhão carcerário, deve ser aquele deus que era brasileiro no País do Futebol. E essa pandilha de trapalhões seguidores de Lula, um corrupto especialista em lavagem de dinheiro.

RODAPÉ - Se eu fosse a juíza Carolina Lebbos contemporizaria essa fúria doentia pela devida atenção ao ilustre hóspede da carcegragem da PF: não iria nem tanto ao mar, nem tanto à terra; não trataria o Lula pelo SUS nem pelo Sírio-Libanês... Deixá-lo-ia nas mãos dos incríveis, fatásticos, extraordinários médicos cubanos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário