24 de abr de 2018


A FALANGE MALVADA DA TURMA BRAVA DO STF
ARMA O GOLPE PARA TIRAR LULA DA CADEIA

A Falange Malvada da 2ª Turma, a turma brava Bardhal, do STF começou o golpe que pretende livrar Lula da cadeia. A banda bandalha decidiu enviar para a Justiça Federal de São Paulo os termos da colaboração premiada da Odebrecht sobre repasses de propina para a reforma do sítio de Atibaia.
Dias Toffoliando e Andando, Ricardo Leviandowski e Gilmuar Mendes decidiram que não há relação com a Lava-Jato. Edson Frachin e o decano curto Celso de Mello votaram pela manutenção da delação com Sérgio Moro.
O pomo da discórdia saiu das mangas largas de Toffoliando e Andando. Disse ele, do alto de seu notório saber petista: “Ainda que o MPF possa ter suspeitas fundadas de que os supostos pagamentos teriam origem em fraudes na Petrobras, não há demonstração desse liame nos autos”.
Foi esse preito de vassalagem e dependência, em forma de gratidão a Lula e ao PT velho empregador de Dias Toffoliando o quanto bastou para Gilmuar e Leviandowski marcarem os dois gols contra que por 3x2 botaram cifras definitivas no placar.
E assim é que o trio implacável sentou em cima daquele tal ‘pacto de sangue’ entre Lula e Emílio Odebrecht que rendeu 300 milhões de reais em propinas, incluindo a reforma do sítio em Atibaia que não é de Lula nem de ninguém. Tanto é que ninguém mais vai passar os fins de semana por lá.
E a turma brava do STF gostou e pediu bis. Pegou o golpe da reforma do sítio de Atibaia e aplicou-o na ação penal que investiga a compra de um terreno para o Instituto Lula com dinheiro sujo. 
Essa falcatrua estava para ser julgada por Sérgio Moro ainda neste semestre. Por enquanto só as delações da Odebrecht foram tiradas da Vara de Moro. Mas, Falange Malvada, CAG – Clube de Advogados Graciosos e Lula unidos, acham que jamais serão vencidos. O povo vai mostrar qualquer dia que essa é uma baita fria.

Nenhum comentário:

Postar um comentário