23 de mar de 2018

O FUTEBOL TEM DISSO...

RUSSIA  3x0  BRASILITITE
From Russia With Love

O futebol brasileiro, jogue onde jogar, é uma moléstia. Livrou-se do Vírus Dunga e pegou a febre BrasiliTite - um mal que só aparece em grupos com pernas de pau.

Barbada para os narradores esportivos foi a escalação da Rússia: Akienpov; Samepov, Kutepov, Granatopov, Kudriashpov, Gombaropov, Glushakopov, Zuninkopov, Golovinopov, Miranschukpov e Smolopov.

A da Seleção do Tite, melhor ainda: Do goleiro ao ponta-esquerda, faltava o Neymar.

Aos 4 minutos - O menino Jesus meteu uma balalaika desafinada no golkeeper russo. Só pra esquentar.

Aos 11' Gabijesus levou um moltov no tornozelo, aos 15' foi a vez de Marcelo. O lateral brasilitite ficou Putin da vida.

Aos 20 minutos, Neymar não tocou na bola, nem errou nenhum lance. Tá faltando 'regalito' no time. Acho que na falta do Neymar, o Tite poderia convocar o Falcão do futsal.

Aos 30 minutos, boa jogada do Douglas Costa. De frente, Douglas deve jogar melhor. Um minutinho depois, Samotov meteu um bolchevique pelo meio da nossa área, Alisson salvou a pátria.

Aos 35 , uma desses Smirnoffs deles, perdeu um gol feito dentro da pequena área. Mandou a bola para a Sibéria. Se fizer outra dessas, ele é que vai pra lá para uma temporada de trabalhos forçados.

E o jogo foi assim até acabar nos vestiários.

Aos 2' da segunda etapa, Douglas Costa serviu Willian que merengou  Paulinho que perdeu um gol-feito e então Philippe Coutinho fez pior ainda.

Aos 5' escanteio para o Brasilitite, Thiago Silva cabeceou, o goleirão deu rebote e Miranda karimboskovitou pras malhas Putinianas: pronto, 1 x 0.

Aos 16 minutos - pênalti em Paulinho que já havia perdido um gol feito porque bateu de joanete cara a cara com o goleirão. Philippe Coutinho cobrou. Golkeeper num canto, bola sozinha na foto. Pronto, 2 x 0.

Não demorou nada, aproveitando boa jogada de Willian, Paulinho meteu o dele, de cabeça. Taí ó, 3 x 0. Os brasilititianos pensam que a Rússia é a Alemanha e querem fazer 7x1.

Aos 20' sai Jesus, entra Firmino. Quem tem técnico amigo não morre pagão. Um pouquinho mais saiu Paulinho e entrou Renato Augusto, pra quê, ninguém sabe. Aí saíram mais dois e entraram outros tantos.

Aos 35' entrou Taison no lugar de Willian. E o jogo se foi à la gaita. Para fim de papo: Taison foi, disparado, o melhor jogador em campo. Não é por nada, não: é que ele é natural de Pelotas - a minha pátria pequena que deixei no Sul. 

Taison foi criado jogando pelo Progresso F. C. - meu freguês de caderno dos meus bons tempos no Paulista F.C. E como eu jogava bola, gurias! Mas isso é outra história.

Taison, tocou duas vezes na bola e acertou os dois passes curtinhos que conseguiu dar. Pra mim, ele foi o melhor em campo nesse amistoso de 3x0 na Rússia. E que venham os Alemães, pô! E vamos sem Neymar, que nem naqueles 7x1 que eles não esquecem jamais. O que é deles tá guardado.

Bolas, o futebol tem disso... 

Nenhum comentário:

Postar um comentário