18 de mar de 2018

DESPREPARADOS
Até 7 de abril, ao menos 9 ministros se preparam para deixar seus cargos e disputar eleições. Se eles se prepararem como se prepararam para ser ministros, nenhum deles se elegerá sequer a síndico de edifício, qualquer edifício.

TÃO NEM AÍ...
Temer já mandou avisar que pode ser candidato em outubro. Com 3% de popularidade e menos intenções de voto do que a margem de erro das pesquisas que vive encomendando, ele tá pulando e andando para o eleitorado brasileiro, assim como a bandidagem tá fuzilando e andando para a intervenção 'federal' no Rio de Janeiro.

PRATO FEITO
O Gauchão tá de colher para o Brasil de Pelotas. Mas aposto que no final o Xavante vai ser garfado.

COMO UM ULTIMATO
Vampará com essa baboseira de dizer que tudo é politização, racismo e preconceito no assassinato da vereadora carioca. A morte de Marielle foi uma advertência explícita do crime organizado das ruas à intervenção 'federal' comandada por militares. É como se a bandidagem dissesse ao crime organizado que tomou de assalto o Estado: "Porta da rua, serventia da casa! Bate pé que a gente não tiqué"!

A POLÍTICA BRASILEIRA

Os candidatos LGBT tão que tão para esse outubro doidivano que vem por aí num doce balanço, cheio de graça. 

Eles vêm com tudo em busca de 'afirmação política'. Eia, pois que nasce, a Bancada Colorida, como um dia surgiu a Bancada Religiosa. 

Tem a Bancada da Bala; a Bancada dos Boleiros e a escamada e atuante Bancada da Bola, 'bola' mesmo, propriamente dita. 

O partido que tem mais candidatos do ramo LGBT é o PSOL: são 19 concorrentes por enquanto; depois vem o PCdoB, com 14 e logo em seguida o PT com 11, um time certinho de aspirantes à boa vida parlamentar. 

 


Nenhum comentário:

Postar um comentário