9 de jun de 2018

O FUTEBOL TEM DISSO...

BRASIL DE PELOTAS 0x2 PONTE DE CAMPINAS
Ar pra lá de fresco, na Baixada Xavante, temperatura boa pra deitar e rolar.

O Xavante não conseguiu endurecer o suficiente. Que futebol alegre, que nada. O jogo foi duro. Disputado cabeça com cabeça; pau a pau. 

Tanto é que o aos 38' do primeiro tempo, o Nº 10 pelotense meteu uma bicanca no pau do goleiro campineiro. "Pau", trave - para os entendidos 

Mas aos 44', um tal de Murilo Henrique fez a cama e se deitou. O goleirão xavante aceitou. Pronto 1x0 para o elenco de Campinas. O moçoilo, de contente, saiu fazendo audaciosas piruetas. O que é a euforia, né não?!? 

Fim do primeiro ato do espetáculo com cara de drama. 

Sinais de fumaça saídos do vestiário xavante dão conta de que Clemer recomendou a seus pupilos: - Hay que endurecerse, pero sin perder la ternura, puembas!...

Sucede que o campineiros vieram dispostas a segurar todas as bolas que pudessem. E seguraram, até os 40' quando, depois de duas boas defesas do goleiro xavante, tal de Paulinho enfiou com disposição e sem ternura arregaçou o placar: 2x0. 

Daí a pouco, pouquinho, quase nada, acabou a festa. O Brasil de Pelotas foi colocado na rabeira pelos guris medonhos de Campinas. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário