18 de jul de 2018

MR. BRIDGES RELEMBRA MAQUIAVEL

Recebi de Mr. Bridges consultor do Garanhão de Pelotas para assuntos aleatórios e, pela atualidade, transcrevo esse toque de Nicolau Maquiavel que viveu de 1469 a 1527. Maquiavel  continua extremamente atual e serve perfeitamente para descrever o caos que vivemos no Brasil...

COMO É PERIGOSO LIBERTAR UM POVO QUE PREFERE A ESCRAVIDÃO

Um povo que aceita passivamente a corrupção e os corruptos, não merece a liberdade. Merece a escravidão.

Um país cujas leis são lenientes e beneficiam bandidos, não tem vocação para a liberdade. Seu povo é escravo por natureza.

Um povo cujas instituições, públicas e privadas, estão em boa parte corrompidas, não tem futuro. Só passado.

Uma nação, onde a suposta sociedade civil organizada não mexe uma palha se não houver a possibilidade de lucros, não é capaz de legar nada a seus filhos, a não ser dias sombrios.
Uma pátria, onde receber dinheiro mal havido a qualquer título é algo normal, não é uma pátria, pois nesse lugar não há patriotismo, apenas interesses e aparências.

Um país onde os poucos que se esforçam para fazer prevalecer os valores morais, como honestidade, ética, honra, são sufocados e massacrados, já caiu no abismo há muito tempo.

Uma sociedade onde muitos homens e mulheres estão satisfeitos com as sórdidas distrações, em transe profundo, não merece subsistir.

Só tenho compaixão daqueles bravos, que se revoltam com esse estado de coisas. Àqueles que consideram normal essa calamidade, não tenho nenhum sentimento.

Aos que elegem e reelegem corruptos, aos que servem de escudo e proteção aos bandidos e, ainda, aos indiferentes, só restam os versos do grande poeta polonês, Adam Mickiewicz:

"Tua alma merece o lugar donde veio, caso tenhas entrado no inferno, e não sinta as chamas."

Nenhum comentário:

Postar um comentário